Dicas

10/1/2006
RAVEL - CONCERTO PARA PIANO EM G MAIOR
 

Maurice Ravel (1875- 1937), compositor francês importantíssimo, contemporâneo de Debussy e Stravinsky, foi um dos grandes inovadores da música no início do séc. XX. Destaco esse mês aqui nas 'dicas' seu ‘Concerto para piano em G maior’.

Existem várias gravações e até vídeos rolando na net dessa obra. A gravação que tenho é da célebre pianista Martha Argerich, com a filarmônica de Berlim, regida por Claudio Abbado em 1987. Este cd tem mais duas obras muito belas: Gaspard de la Nuit e Sonatine, com Argerich ao piano solo.

Bem, o concerto em G é lindo! O primeiro movimento 'Allegramente' é originalíssimo, de uma riqueza musical maravilhosa, onde vale notar como Ravel usa vários motivos em climas muito distintos um do outro com genialidade, dando unidade sempre. O segundo movimento, 'Adagio Assai', é uma das mais belas peças musicais que já ouvi! Em 3/4 lento, são 09 minutos de pura emoção, não tem jeito. O concerto termina com o terceiro movimento 'Presto', mais virtusístico e agitado.

O concerto em G é uma obra inspiradíssima, que vale ser ouvida sempre, assim como outras obras de Ravel: Daphnis et Chloé; L'enfant et les sortilèges; Pavane pour une infante défunte; La valse; Le tombeau de Couperin; a orquestração de Ravel para a composição de Mussorsky 'Quadros de uma Exposição'; Concerto para piano para mão esquerda; Alborada del Gracioso; Mirois; o famosíssimo 'Bolero'; e várias outras.

Boas audições e um belo começo de 2006!

Abraço,
Michel Leme

<< Voltar